October 14, 2019 | Andreina De Abreu

O dilema: Dados Comportamentais e Privacidade

Fiquei surpreso ao descobrir que, além de ser um direito individual, a privacidade é um direito fundamental, reconhecido na Declaração Universal de Direitos Humanos  da Organização das Nações Unidas (ONU).

E isso mostra que, desde sempre, preservar a privacidade tem sido uma obrigação para as empresas, as instituições, os pesquisadores e da sociedade em geral.

Trata-se de uma preocupação que se tornou mais acentuada, com o surgimento de uma consciência coletiva do cuidado de dados pessoais que levou a um controle melhor sobre as informações que compartilhamos. E com a entrada em vigor das leis, como o regulamento geral de proteção de dados (GDPR) e outras regulamentações locais.

Com o “boom” dos dados comportamentais, e como profissionais de pesquisa de mercado, surge uma pergunta que devemos responder:

 

Os dados comportamentais violam a privacidade?

dadoscomportamentais_privacidadeNão, então não há necessidade de pânico. É importante entender que os dados observados são dados "passivos", mas isso não significa que eles são "não autorizados". Embora os dados comportamentais contem informações de identificação pessoal (em inglês, PII), isso não significa dizer que usá-lo viola qualquer lei ou regulamentação no mundo.

Os dados comportamentais permitem que você registre, entre outras coisas, os sites que uma pessoa visita, os termos de pesquisa que usa e quais aplicativos ela usa em um ou mais dispositivos. Esta atividade é gravada através de um rastreador (ou medidor), que no caso dos painelistas premium da Netquest, é instalado com o consentimento prévio.

Toda essa atividade on-line é entregue na forma de dados clickstream. Para coletar esses dados, desenvolvemos um algoritmo que permite mascarar as partes da URL que podem conter PII. Desta forma, os dados podem ser coletados e utilizados sem o risco de expor informações pessoais identificáveis.

Além disso, cada membro de nosso painel online tem um indentificador. É um código alfanumérico único por indivíduo que permite relacionar as atividades de um mesmo indivíduo, sem ter que classificá-lo pelo nome.

 

Como respetar a privacidade dos painelistas?

- Cuidado na transmissão de dados.

Lembre-se de não compartilhar informações de identificação pessoal. E fazer uso responsável dos dados, sempre para fins de pesquisa.

- Seja transparente com os participantes.

Em linguagem clara e fácil de entender (evitando jargão jurídico) é explicar quais dados você precisa coletar. Explicar o propósito da medição e sempre entregar algo em troca das informações que compartilham com você.

- Pedir permissão (e esperar que te entregue).

Qualquer tipo de informação sobre os indivíduos deve ser recolhida com o seu consentimento expresso, de acordo com o código ético de pesquisa de mercado e da legislação atual.

A autorização deve ser clara e concisa. Recomendamos remover expressões ambíguas e evitar letras pequenas que estão quase ocultas nos termos e condições.

- Facilita a despedida: Adeus, au revoir, arrivederci

Não torne isso mais difícil. Se um panelista quiser pausar o rastreador ou deixar o painel, é seu direito de fazê-lo (e isso é estipulado na GDPR). Tornar este processo complicado é antiético.

Na verdade, se o processo de saída é simples (e não traumático), um vínculo de confiança é criado ou fortalecido e pode servir no futuro para recuperar esses participantes.

 

Uso responsável de dados

dadoscomportamentais_privacidade1A coisa mais importante é fazer um uso responsável das informações pessoais identificáveis. Isso significa adotar um comportamento correto e ético ao coletar e analisar os dados comportamentais. E a chave para fazer isso é sempre pensar nas pessoas. Coloque os participantes no centro da sua estratégia. Afinal, os dados são seus. Eles compartilharam com você e te deram um voto de confiança.

A privacidade deve ser concebida como uma estratégia, um elemento que deve estar presente em todos os seus serviços a partir do momento da sua concepção.

Se você coletar os dados ou contratar um fornecedor para fazê-lo, você deve sempre se preocupar com a privacidade. Cumprir a lei e seguir as melhores práticas é responsabilidade de todos os atores envolvidos na pesquisa.

Explore mais detalhes sobre os dados comportamentais e como usá-los em seu próximo projeto de pesquisa baixando nosso e-book.

dados comportamentais 101

Andreina De Abreu

About the author

Andreina De Abreu | Marketing & Communication Specialist

FREE EBOOK

The essentials of online data collection

Download ebook

Netquest Blog Archives

Search and discover over last years latest market research topics.

View the archives

Assine no nosso blog

Receba as últimas notícias aqui ou no seu email.

Subscribe to our blog